Santa Sé assina e ratifica tratado de proibição do uso de armas nucleares Santa Sé assina e ratifica tratado de proibição do uso de armas nucleares
Na ONU Santa Sé assina e ratifica tratado de proibição do uso de armas nucleares

A Santa Sé assinou e ratificou nesta quarta-feira, 20, durante uma cerimônia nas Nações Unidas (ONU) em Nova Iorque, um acordo que proíbe o uso de armas nucleares. O acordo, ratificado por mais de 40 países, foi assinado pelo Secretário para Relações com os Estados, Dom Paul Gallagher, pela Santa Sé e também em nome do Estado da Cidade do Vaticano. 

Junto à Santa Sé, países como a Tailândia também assinaram o acordo. Espera-se que mais nações possam integrar o pacto nos próximos dias. O acordo será efetivamente validado em 90 dias, quando terá sido ratificado por mais de 50 países.

O Acordo de Proibição do Uso de Armas Nucleares condena quaisquer atividades ligadas aos armamentos nucleares, tais como o desenvolvimento, teste, produção, posse de aparelhos ou explosivos nucleares, assim como o uso ou ameaça dessas armas.

Palavra do Papa

Em março deste ano, em mensagem a outra conferência da ONU realizada em Nova Iorque, o Papa Francisco reiterou o “não” às armas nucleares. “A paz e a estabilidade internacionais não podem ser fundadas sobre um falso sentido de segurança, sobre a ameaça de uma destruição recíproca ou de total aniquilamento, sobre a simples manutenção de um equilíbrio de poder”.

Por meio de sua conta no Twitter, o Papa Francisco se manifestou hoje sobre desarmamento. “Apelo à paz e ao desarmamento: neste mundo ferido pela violência, precisamos da fraternidade entre os povos”, disse.

Por Canção Nova, com Rádio Vaticano

No comments so far.

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *