Sempre buscando atender o grito dos sofredores, nossa Fraternidade, desde o início entendeu como “Filhos Prediletos” os pobres de Deus, pois “quando fizestes isso a um desses pequeninos foi a mim que o fizestes” (Mt 25, 40).

Um desses fortes gritos é por causa do flagelo das drogas…

Respondendo a esse grito, nossa Fraternidade dedica-se num trabalho de prevenção, grupos de apoio, acolhimento e reintegração dos nossos filhos prediletos com dependência química.

Num processo em que buscamos devolver aos Filhos Prediletos o direito de viver.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *